Sua equipe remota se comunica bem?

A pandemia causada pelo coronavírus impôs a necessidade do isolamento social e exigiu que as empresas se adaptassem  ao home office. Equipes inteiras passaram a trabalhar remotamente. Mais de um ano se passou e a tendência é que o trabalho seja mantido de forma híbrida, como mostrou um levantamento da Robert Half, empresa mundial especializada em recursos humanos, que ao entrevistar 1.500 executivos, em novembro de 2020, constatou que 95% deles apontaram que as equipes híbridas são uma certeza para o futuro.

 

De acordo com o IBGE, 7,9 milhões de trabalhadores brasileiros tiveram a opção de trabalhar a partir de suas casas. O home office trouxe segurança para evitar o avanço da COVID-19 ao mesmo tempo que se transformou em um grande desafio para empresas e trabalhadores. Outra pesquisa conduzida pela Robert Half em março deste ano, ouviu 300 profissionais que começaram a trabalhar remotamente na pandemia. Para 48% deles, a sensação de equilíbrio entre qualidade de vida e trabalho melhorou em função de três aspectos: ausência de deslocamentos, mais tempo com a família, menos pressão do ambiente de trabalho. Por outro lado, para 52% dos profissionais entrevistados a sensação de equilíbrio foi a mesma ou piorou a sensação de desequilíbrio com relatos de alteração na saúde mental, falta de contato próximo com equipe e espaço físico inadequado para o trabalho.

 

Diante desses dados, é importante olhar com atenção especial para sua equipe e avaliar os impactos da pandemia nos resultados de sua empresa. Como seus funcionários estão se sentindo, conseguem se manter motivados e engajados? Como as equipes que  atuam remotamente podem se conectar de forma eficiente e saudável?

 

A resposta é simples. Avalie e invista na comunicação de seu time!

 

Sim, a comunicação pode ser o ponto chave para manter equipes inteiras integradas e trabalhando remotamente de forma eficiente. A falta de integração prejudica o diálogo entre os funcionários e o excesso de comunicações por e-mails ou aplicativos de trocas de mensagens podem gerar diversas solicitações e lembretes, mas não necessariamente uma melhora na produtividade .

 

Se o trabalho remoto é um desafio para comunicação entre os líderes e suas equipes, é essencial oferecer feedbacks,  trocas de informações constantes e encontros virtuais em que todos possam se expressar. Promova uma comunicação ágil, mesmo que os funcionários não estejam juntos presencialmente.

 

Não sabe por onde começar?

 

Treine a escuta ativa. A escuta ativa desempenha papel essencial no processo de desenvolvimento da comunicação, pois é capaz de gerar uma comunicação assertiva e com menor possibilidade de ruídos, promovendo melhores relações interpessoais a partir de uma comunicação clara, eficiente e ágil entre todos os membros da equipe, com mais confiança. 

 

Mas como desenvolver a escuta ativa no mundo dos negócios?

 

  • Mantenha o foco em momentos de diálogo
  • Esteja atento à comunicação verbal e não verbal de seu interlocutor
  • Evite julgamentos
  • Dê o tempo necessário ao seu interlocutor, para que ele conclua a fala
  • Evite interromper o outro enquanto fala
  • Escute com interesse
  • Faça perguntas para demonstrar seu interesse ao interlocutor
  • Coloque-se no lugar do outro, seja empático
  • Ofereça feedbacks ao final de uma conversa

 

Além disso, para que sua equipe ganhe ainda mais em produtividade promova atividades que estimulem habilidades como foco, atenção e memória. Afinal, trabalhar a partir de casa pode ser desafiador, diante de tantas situações e ruídos comuns ao ambiente residencial.

 

E na sua empresa, como tem sido a realidade do home office? Conte para a gente nos Comentários.

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados