9 dicas para desenvolver a escuta ativa no seu negócio

Quando o termo escuta ativa foi criado pelos psicólogos americanos Carl Rogers e Richard Farson na década de 50, é possível eles não fizessem ideia da importância que a escuta ativa teria na vida pessoal e profissional das pessoas. Inicialmente, a escuta ativa foi pensada para ser utilizada como uma abordagem terapêutica, mas logo ganhou espaço entre profissionais de outras áreas como assistência social, educação, medicina e administração. 

Na década de 90, autores importantes como Daniel Goleman (autor de “Inteligência Emocional”), Stephen Covey (autor de Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes”) e Peter Drucker (autor de “O Gestor Eficaz”) ajudaram a incorporar o termo escuta ativa ao mundo dos negócios e desde então, cada vez mais as empresas vêm percebendo que um time altamente eficaz depende de diversos fatores e entre eles está a escuta ativa, capaz de promover melhores relações interpessoais com uma comunicação clara, eficiente e ágil entre todos os membros de uma equipe.

Na escuta ativa, o ouvinte é capaz de assimilar o conteúdo expresso pelo interlocutor com interesse genuíno, fazendo com que se envolva na conversa, evitando distrações que impeçam o completo entendimento do que está sendo dito, gerando uma comunicação assertiva e com menor possibilidade de ruídos. 

Para desenvolver a escuta ativa é necessário ter interesse no que o outro tem a dizer de forma empática. Colocar-se no lugar do interlocutor, tentar compreender sua perspectiva, permitindo que conclua sua fala para na sequência sinalizar que as informações foram assimiladas e compreendidas. 

Mas como promover a escuta ativa no ambiente profissional?

Antes de qualquer coisa, aposte no desenvolvimento das habilidades de comunicação, para que além de se comunicar melhor sua equipe tenha capacidade de atuar na resolução de problemas e lidar com pessoas.

Na escuta ativa, é essencial aprender a ouvir sem julgamento, mesmo quando parecer difícil acompanhar uma perspectiva diferente da sua. É necessário também ser observador e estar atento à comunicação não verbal, tanto a sua como a do interlocutor demonstrando seu interesse no que está sendo dito e mantendo o contato visual constante. Ao perceber e aprimorar o próprio comportamento em relação à escuta, você terá mais facilidade em promover o desenvolvimento do seu time. 

A escuta ativa não tem uma fórmula específica. No entanto, é importante manter-se atento a três aspectos essenciais: atenção, demonstrar interesse e fazer perguntas. Pensando nisso, destacamos 9 dicas de ouro para ajudá-lo nesse processo. 

Vamos conferir?

Mantenha o foco em momentos de diálogo

Esteja atento à comunicação verbal e não verbal de seu interlocutor

Evite julgamentos

Dê o tempo necessário ao seu interlocutor, para que ele conclua a fala

Evite interromper o outro enquanto fala

Escute com interesse

Faça perguntas para demonstrar seu interesse ao interlocutor

Coloque-se no lugar do outro, seja empático

Ofereça feedbacks ao final de uma conversa


Comece agora mesmo e descubra os benefícios de investir na escuta ativa para manter sua equipe unida, eficiente e focada nos negócios e, acredite: a comunicação pode ser o ponto chave para o sucesso da sua empresa. 

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados